Clima do Paraná

O clima do Paraná está dividido em três tipos: no litoral e nas porções mais baixas do planalto, o clima é subtropical com chuvas bem distribuídas durante o ano e verões quentes; na porção mais elevada no estado, as chuvas são bem distribuídas durante o ano e os verões são amenos; por sua vez, no extremo noroeste do estado os verões são quentes e os invernos bem secos.


Ópera de ArameA capital do estado, Curitiba, localiza-se em um planalto, e o terreno plano com áreas inundadas contribuem para o seu inverno ameno e úmido com temperatura média de 13 °C no mês mais frio, caindo por vezes abaixo de 2 °C em dias mais frios.
Durante o verão, a temperatura média é em torno de 21 °C, mas pode subir acima de 30 °C em dias mais quentes. Ondas de calor durante o inverno e ondas de frio no verão não são incomuns e mesmo dentro de um único dia pode haver uma grande variação, uma característica típica do clima subtropical.

Dica: ao sair em Curitiba, sempre considerar o tempo previsto para evitar surpresas quanto à variação de temperatura em um mesmo dia.


Vários fatores contribuem para a natureza variável do clima: o terreno plano rodeado por montanhas em forma arredondada com raio de 40 km ajuda a bloquear os ventos, permitindo que a neblina matinal cubra a cidade nas manhãs de frio.Parque Barigui
O nivelamento do terreno dificulta a drenagem da água após chuvas rápidas, proporcionando uma boa fonte de vapor de água para a atmosfera. Muitas vezes frentes frias vindas da Antártida e da Argentina durante todo o ano trazem tempestades tropicais no verão e ventos frios no inverno. Podem mover-se muito rapidamente, com não mais de um dia entre o início dos ventos do sul e do início da chuva. O clima de Curitiba também é influenciado pelas massas de ar seco que dominam o centro-sul do Brasil na maioria do ano, trazendo tempo frio e seco.

A ocorrência de neve é rara, sendo registrada em média uma vez a cada dez anos. Oficialmente a neve foi registrada nos anos de 1889, 1892, 1912, 1928 (dois dias), 1943, 1955, 1957, 1963, 1975, 1979, 1981 e 1988.

Foz do Iguaçu tem uma das maiores amplitudes térmicas anuais do estado, cerca de 11°C de diferença Parque Nacional do Iguaçumédia entre o inverno e o verão. Isto deve-se a uma menor influência da maritimidade do que a que ocorre em outros municípios. Por isso os verões costumam ser muito quentes, com máximas médias em torno dos 35°C, por vezes chegando a superar a marca dos 42°C.
Por sua vez, os invernos são considerados amenos, mas ainda assim podem sofrer quedas bruscas de temperaturas, fazendo-as cair abaixo de zero durante a passagem de frentes frias. As chuvas costumam ser bem distribuídas durante o ano, com uma pequena redução no inverno, e a precipitação anual varia em torno dos 1800 mm.

Dica: aproveite o sol de Foz do Iguaçu e saia do hotel preparado para se molhar nas águas revigorantes das Cataratas do Iguaçu.


Para conferir a previsão do tempo no Paraná, acesse o site do Simepar: www.simepar.br
Recomendar esta página via e-mail: