Turismo

20/07/2017

Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Para reforçar a importância do Combate ao abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, o Ministério do Turismo realiza ações de prevenção e incentivo a denúncias contra o crime. 


Em 18 de maio de 1973, uma menina de oito anos, moradora de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada, cruelmente assassinada e os agressores não foram punidos. Desde então, a data virou um marco e passou a ser o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexuade Crianças e Adolescentes. 

Os vídeos, divulgados pelo Ministério do Turismo, ilustra consumidores comuns em bares e restaurantes sendo servidos com talheres e utensílios de criança. A ideia é gerar situações que causem o estranhamento dos participantes, assim como o abuso ou exploração de crianças deveria causar. 

Para prevenir e enfrentar o crime no âmbito do turismo, o MTur desenvolve ações e programas que estimulem denúncia de abusos e explorações. “Muitas vezes o abuso acontece na nossa frente, e não temos a iniciativa de denunciar. Não podemos permitir que esse tipo de prática criminosa aconteça no turismo. Na dúvida, denuncie, que os órgãos competentes tomarão a providências necessárias”, explicou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Nos momentos em que o fluxo turístico aumenta no Brasil, como no carnaval, Copa do Mundo e Olimpíada, o governo federal intensifica as ações de sensibilização e divulgação do Disque 100. 

Em 2004, o Ministério do Turismo criou o programa Turismo Sustentável e Infância (TSI), com objetivo de sensibilizar a sociedade civil e profissionais ligados direta ou indiretamente ao setor turístico, como garçons e taxistas. Entre as ações práticas estão a promoção de turismo sustentável e proteção da criança e do adolescente por meio de orientação da legislação relacionada ao tema; realização de seminários e palestras; produção e divulgação do Manual do Multiplicador; apoio a emendas parlamentares que visem políticas públicas de combate ao crime; e divulgação da campanha Respeitar, Proteger e Garantir.










Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.